o dique do castor

2007-03-04

 

TAPUMES...

A Câmara Municipal de Lisboa até apoiava a reconstrução do Dique, mas vá-se lá saber porquê, o raio de uma providência cautelar requerida pelo arquitecto Fernandes, suspendeu as benfeitorias que, ao longo de 2 anos, se têm tentado efectuar com o humor graçolas de moi-même je!!!

Assim, conhecido que foi o impedimento judicial, o Dique vai ficar "parado" enquanto durarem as obras, já que, ao estilo bem português, sabe-se bem quando a coisa começa, mas nunca se sabe quando a coisa acaba (vai tudo depender dos sacos azuis, das provas carreadas para o processo, das relações perigosas que se apurarem com a presidenta do clube de futebol cá da terrinha, da pequena, mas vistosa corrupção com os mestres das obras, da esperteza saloia do Mayor do burgo, dos abutres dos vereadores [amestrados, claro], do voto inteligente e consciente dos cidadãos conscientes, do congresso extraordinário ou das directas do PP...) ... ops… ai que já me estou a espalhar ao comprido e ainda não coloquei os tapumes…

Assim sendo, vou tentar ganhar algum para o futuro, mais que não seja, para ganhar algum sentido de humor negro, que isto por aqui anda um bocado em baixo das canelas…

Nos entretantos e nos entrementes… CHUACS e UGAS para a bicharada e muitos tanquiús por todas as relações aqui criadas e mantidas!!! Vemo-nos por aí… ok?...

E agora, um Apelo: POR FAVOR, GOZEM À FARTAZANA!!!

This page is powered by Blogger. Isn't yours?